COMO INICIAR
UMA JORNADA DIGITAL


É importante lembrar que a identificação das tecnologias em si não é a tarefa mais complexa da incorporação de digital no dia a dia das empresas. Por exemplo, encontrar talentos digitais é desafio muito mais relevante.


Na verdade, a captura real de valor das iniciativas digitais depende apenas 30% da tecnologia, enquanto 70% estão relacionados com mudanças efetivas nos processos e nas maneiras de trabalhar. O 'como implantar' deve ser avaliado em alguns pilares:

Estrutura e processo

  • Como gerar, desenvolver e atualizar o portfólio de iniciativas digitais
  • Como implementar nova forma de trabalho (agile)
  • Como capacitar times em novas formas de trabalho

Pessoas e organização

  • Quais perfis são necessários (cientistas de dados, designers, agile coaches)
  • Como atrair e desenvolver os talentos
  • Quais atividades devem ser terceirizadas
  • Qual a melhor estrutura para digital/ inovação
  • Quais as mudanças culturais necessárias para viabilizar a transformação digital (ágil x rígido, aversão a riscos x experimentação etc.)

Dados e sistemas

  • Quais componentes e atributos de TI são necessários para implementar as iniciativas digitais
  • Qual a relação com o sistema legado
  • Como deve ser a captura de dados

Ecossistema de parcerias

  • Como deve ser o modelo de contratação
  • Como mapear iniciativas e parceiros para desenvolvimento

Uma abordagem sistemática ajudará as empresas a evitar armadilhas típicas de uma jornada digital, como:


  • Fazer digital 'por fazer', sem um objetivo e sem um 'problema' de negócio em mente;
  • Tentar fazer tudo de uma só vez, em lugar de escalar a partir de casos de sucesso;
  • Utilizar a perspectiva de TI, não a de negócio;
  • Terceirizar em excesso e não desenvolver as capacitações digitais estratégicas.


Finalmente, vale destacar que uma transformação digital é de fato uma jornada que demanda foco e patrocínio da alta gestão, disciplina e resiliência na execução, bem como investimentos relevantes.